Leonardo Martins - Mentalista

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Las Vegas 2013


O MINDvention é o principal encontro de Mentalistas do mundo. 


Com o mentalista francês George Chartier
e o mentalista americano Terry Wenham
Foram 3 dias de apresentações variadas de mentalismo, palestras sobre idéias e mesas de debate acaloradas: intenso.

Foi uma experiência maravilhosa conhecer mentalistas de diversas partes do mundo. Trocando forces mentais e fazendo rápidas previsões em guardanapos sobre a própria conversa no jantar.

Para quem me perguntou se um mentalista poderia manipular um outro mentalista, a resposta é SIM. Definitivamente.

A apresentação de Cashetta roubou a noite com sua apresentação. Vestido de mulher (drag queen), ele fez um dos shows mais engraçados que eu já vi na vida. Com um baralho de tarô distribuído para as pessoas, ele respondia as perguntas que as pessoas estavam pensando na hora, mesmo com pouca luz na platéia, para várias pessoas ao mesmo tempo!

O MINDvention serviu também para mostrar que quem faz mentalismo com eletrônicos está sem direção. Por conta do bloqueio eletrônico do cassino contra transmissores, uma apresentação inteira foi destruída. (Viva a escola antiga \o/)

Um pequeno problema aconteceu com um mentalista (não fui eu): ele tirou um Royal Straight Flush na primeira noite de cassino (burro, burro, burro). Não me pergunte o seu nome, como diz o ditado: "O que acontece em Vegas fica em Vegas."
Leonardo Martins e Cashetta

Leonardo Martins
e Ray Thompson

Coisas sinistras virão por conta desse encontro, aguardem.
O evento foi muito bom para conhecer as pessoas e entender as diferentes visões sobre o mentalismo.

Alguns brincam com a crença das pessoas (como a onda que aconteceu após a Guerra Civil Americana e com a Primeira Guerra Mundial), outros tentam mostrar ao mundo como funciona a nossa origem de crenças.

Eu fui hipnotizado com uma simples moeda de 1 centavo em segundos. Em várias ocasiões meu cérebro parou para tentar entender o que os meus olhos estavam vendo na minha frente. Nós temos uma capacidade incrível ainda não explorada.

O que mais me alegrou foi a visão profissional desses caras. É bom saber que não estou sozinho na visão da minha arte. Mentalismo é construído através da compreensão humana, não com aparelhos de mágicos.

É sobre entretenimento, não sobre demonstração de habilidades.

No final, será sempre sobre as pessoas e a nossa humanidade.


Master Class for Mentalists são aulas com 4 grandes nomes do mentalismo mundial. 



A Gangue do Palace Station

Com representantes dos 
EUA, Noruega, Equador, Canadá e Brasil.
O curso acontece na casa do Jeff McBride.

As manhãs e tardes mesclavam atividades. A noite, shows em Las Vegas para discutir estrutura de apresentação.

As apresentações dos alunos eram seguidas de apontamentos dos mestres (linguagem corporal, idéias para falas, e mudanças de estrutura).

O estudo é direcionado para as necessidades e buscas de cada aluno (todos mentalistas profissionais).


Os 4 mestres na frente da foto de formatura: 
John Ross, Jeff McBride, Eugene Burger, Lawrence Hass.
mentalismo mágica mentalista entretenimento adulto
Para receber artigos como este em seu Facebook, é só curtir a minha página

2 comentários:

Rei Branco disse...

"Para quem me perguntou se um mentalista poderia manipular um outro mentalista, a resposta é SIM. Definitivamente."
Hehe Ta ai Uma Dúvida Esclarecida , Parabéns Cara e Obrigado por Nos Mostrar essa Experiência em Vegas ( Apesar do que Acontecer em Vegas Ficar em Vegas xD )

Abraço.

| Rannyel Abreu | disse...

Parabéns pelo post. Dá gosto de ver todas essa feras reunidas. Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...